Soundgarden

Soundgarden foi formado em 1984 por Chris Cornell (bateria e vocal) e Hiro Yamamoto (baixo), que foram mais tarde juntados a Kim Thayil (guitarra). Thayil havia se mudado para Seattle de Park Forest, Illinois[7] com Yamamoto e Bruce Pavitt, que mais tarde começaria a Sub Pop Records. A banda se denominou assim a partir de uma escultura de canos que concentrava o vento, "The Sound Garden", localizada no Magnuson Park, em Seattle.[8] Cornell originalmente tocava bateria enquanto cantava, mas a banda trouxe Scott Sundquist para permitir que Cornell se concentrasse nos vocais. As primeiras gravações da banda foram três canções que apareceram na compilação para a C/Z Records chamada Deep Six. Também continha canções de outras bandas do grunge como Green River, Skin Yard, Malfunkshun, The U-Men e Melvins.

Soundgarden foi um pioneiro no gênero musical grunge, que misturava elementos de punk rock e heavy metal em um som sujo e agressivo e, assim como o Alice in Chains, fazia um som mais pesado que as outras bandas da região. O som do Soundgarden durante os primórdios da cena grunge de Seattle foi descrito como consistindo de "ásperos neo-Zeppelinismos". Sub Pop via a banda como tendo um ângulo que possuia "um vocalista bonitão e uma fusão de Led Zeppelin e Butthole Surfers".
Em entrevistas após sua saída do Audioslave em fevereiro de 2007, Cornell reiterou que os membros do Soundgarden não tinham nenhum interesse em uma reunião,[15] e se aprofundou em em uma entrevista posterior com a NME, onde comentou, "Quando o Soundgarden terminou, minhas discussões com o resto da banda foram 'Nós temos que ter um acordo que nunca mais faremos turnês como Soundgarden — Soundgarden nunca existirá — sem ser uma decisão unânime e que todos que faziam parte da banda estejam na banda.'" Em 24 de março de 2009, Thayil, Cameron, e Shepherd se reuniram com Tad Doyle nos vocais, para tocar "Hunted Down", "Nothing to Say", e "Spoonman" em um concerto solo de Tom Morello no Crocodile Café em Seattle. No livro de 2009, Grunge is Dead: The Oral History of Seattle Rock Music, Thayil, Cameron, e Shepherd discutiram seus pensamentos quanto à possibilidade de uma reunião do Soundgarden, com Thayil afirmando, "Eu não a vejo. Eu imagino que poderia acontecer, está perfeitamente dentro da esfera de possibilidades — todo mundo ainda está vivo [risos]. Mas não a vejo acontecendo". Em 15 de abril do mesmo ano, Cornell afirmou que "não descartaria" uma possível reunião do Soundgarden, adicionando, "Vê-los reunidos recentemente no YouTube? Eu achei que foi incrível. Eu gostaria de ter estado lá".
Em 2010, a formação clássica do Soundgarden, com Chris Cornell, Matt Cameron, Kim Thayil e Ben Sheperd, se reuniu e lançou um single chamado Black Rain, bem como um álbum com suas melhores composições e um DVD, mas ainda não há nada de concreto sobre um novo álbum. Em 2011, a banda lançou um álbum ao vivo . Em julho de 2011, Cornell disse que a expressão "reunião" não precisa mais ser usada, deixando a entender que o Soundgarden está na ativa por tempo indeterminado.
Origem     Seattle, Washington
País      Estados Unidos
Gêneros     Rock alternativo, hard rock, grunge
Período em atividade     1984 – 1997
2010 – atualmente
Gravadora(s)     Sub Pop, SST, A&M
Afiliações     Skin Yard, Nirvana, Temple of the Dog, Pearl Jam, Hater, Wellwater Conspiracy, Audioslave, Artis the Spoonman
Integrantes  Chris Cornell  Kim Thayil  Matt Cameron  Ben Shepherd
Ex-integrantes   Hiro Yamamoto  Scott Sundquist  Jason Everman

Divulgadores&Parceiros